Tag Archives: expand

15jun/15
Thumbnail

Branco chileno de personalidade, maduro e ideal para sushi: Arboleda Chardonnay 2013

Participamos no último dia 10 de junho de mais uma degustação virtual promovida pelo Winebar, dessa vez entrevistando a Maria Eugênia Chadwick, embaixadora internacional da marcaViña Arboleda, fundada em 1999. É um projeto pessoal do respeitado Eduardo Chadwick na região do Aconcagua, cujo nome é uma homenagem às árvores nativas preservadas em suas vinhas. Em seus vinhedos.

Em seus vinhedos cultiva as brancas chardonnay e sauvignon blanc, além das tintas pinot noir, carmenère, syrah e cabernet sauvignon. Particularmente gostamos muito dos vinhos de regiões mais costeiras do Chile, como San Antonio, Leyda e Casablanca.

O vinho de hoje, um 100% chardonnay, foi premiado recentemente no Japão com o título de “Melhor Vinho para Sushi”, pela Asian Food Sushi, num painel que reuniu 340 especialistas. Segundo enfatizou a assessoria de imprensa, “os juízes enfatizaram a acidez e aroma de laranja misturado com notas sutis de frutas tropicais como manga e abacaxi, deixando a boca com mineralidade refrescante, principais características que o levaram à premiação. Estas características, juntamente com a densidade e viscosidade, alcançam uma combinação perfeita com ingredientes ricos em gordura, como queijo, creme sushi, abacate, camarão, e única e irrepetível geração de salmão”.

Durante a vinificação o vinho é fermentado integralmente em barricas de carvalho francês (30% novas). A alguns dos lotes foram inseridas leveduras selecionadas, enquanto uma grande parte (44%) foi fermentada em barricas, usando leveduras silvestres naturalmente presentes na pele das uvas. Depois disso, passou dez meses por envelhecimento sur lieparaganhar complexidade.

Vamos ao vinho!

Na taça apresenta coloração amarelo-palha. Bem aromático, predominando notas maduras, de frutos brancos e tropicais como abacaxi em calda, maracujá doce e boa presença do tostado da passagem por barricas de carvalho.
Na boca é intenso em sabores. Vinho maduro, de acidez mediana e boa complexidade. Frutos tropicais bem maduros, madeira dando recado, mas sem deixar o vinho pouco interessante. Refrescante e de personalidade. Final médio-longo, repetindo no palato todas as características percebidas no nariz e na boca.

Ao ler a descrição acima – a respeito do uso da madeira e do envelhecimento sobre as borras da fermentação – poderíamos imaginar um vinho pesadão, que fosse difícil de agradar até o último gole, porque é comum encontrarmos vinhos assim por aí. Mas, não foi o caso desse.

A harmonização poderia ser com carnes brancas, aves e queijos brancos. Um vinho maduro, com boa capacidade para harmonizações, mas aqui em casa testamos com sushis que nossa filha adora. Ficou muito bom!

Detalhes da compra:

O vinho é importado pela Expand e vendido em sua loja virtual por R$120, mas essa garrafa eu recebi em casa para participar de mais uma degustação virtual promovida pelo Winebar (veja aqui).

Saúde a todos!

Original article - 

Branco chileno de personalidade, maduro e ideal para sushi: Arboleda Chardonnay 2013

06out/14
Thumbnail

Um francês fácil de beber: Les Amis Bordeaux 2010

Recebi esse tinto de Bordeaux para uma degustação virtual do Winebar, que estava apresentando três vinhos franceses importados pela Expand, um deles – o espumante – já comentado aqui (relembre).
O vinho é elaborado pela Les Vin Bréban, fundada em 1952. No corte utiliza as duas principais uvas autorizadas para a região Merlot (60%) e Cabernet Sauvignon (40%), com passagem por madeira, mas não sei precisar o tempo. Tem 13% de álcool.
Gostei do vinho. Sem complicações, muito correto e fácil de beber. Não é um super vinho de Bordeaux, mas também não é daqueles tânicos, secos em demasia e sem personalidade. Esse pode agradar bastante, mesmo os que estão iniciando no mundo dos vinhos finos.
Na taça tem cor rubi, brilhante e translúcido. Aromas em boa intensidade, frutos vermelhos e notas amadeiradas. Tem corpo mediano, com taninos macios e acidez mediana. A boa fruta se repete. Um vinho de final mediano, agradável, repetindo todas as sensações anteriores.
O vinho está pronto para beber. É seco, mas as notas frutadas o deixam muito dócil. Tem bom equilíbrio, embora não seja de grande complexidade. Fácil de beber, como dito acima.
Está pronto para beber agora. Não deve evoluir com a guarda.
Detalhes da compra:
Recebi o vinho para degustação do Winebar, mas na loja da Expand é vendido a R$78.
Saúde a todos!

More:

Um francês fácil de beber: Les Amis Bordeaux 2010

25set/14
Thumbnail

Les Amis, projeto francês trazido ao Brasil pela Expand e apresentado no Winebar

Nome:Les Amis Rosé Brut / Les Amis Bordeaux

Safra:- / 2010
País:França
Região:Brignoles / Bordeaux
Produtor:Les Vins Breban / Les Coteaux d’Albret
Importador:Expand

Uvas/Corte: -
Teor alcoólico: 11,5% / 13%
Rolha:Cortiça
Numeração da garrafa:-
Preço:-
Onde foi comprado: Gentilmente nos enviado pelo Winebar
Quando foi comprado:-
Degustado em:2 de setembro de 2014
Onde bebeu:Em casa
Harmonizado com: -
Com quem:Claudio e Rafaela

Comentário do Produtor
-

Impressões da Rafaela
Este foi um dos Winebars que eu mais curti. Dani estava animado e o entrevistado era também bem divertido e interessante. Achei que poderia ter até durado um pouquinho mais de tão bom. Naquela noite, abrimos o espumante. Ficamos muito satisfeitos com o que provamos. Dias depois, abrimos o vinho de Bordeaux. Eu gostei, mas achei que se trata de um vinho simples, para beber de forma descompromissada. Talvez o preço pudesse ser um ajustado um pouco para baixo, pois, apesar de ser um vinho francês, ele não me pareceu um vinho tão elaborado para ter uma marcação tão alta.

Comentário do Claudio
Exame gustativo: Mais uma edição do Winebar, apresentação on-line de vinhos, sob o comando do amigo Daniel Perches. Desta vez com uma linha nova de vinhos franceses importados pela Expand. Com a participação de Otavio Piva, sócio da importadora, foram apresentados um espumante Brut da Provence e dois vinhos tintos, Um Borgonha e um Bordeaux. Les Amis é um projeto de 8 enólogos que fazem vinhos em várias regiões da França. Durante a transmissão degustamos o espumante, o qual achei interessante e bem peculiar. Feito da uva Grenache (acho que não havia provado nenhum espumante rosé feito com esta uva), tem um bela cor que lembra casca de cebola. Em boca, se mostrou bem elegante, de boa acidez e com leve cremosidade. Aparecem algumas notas de frutas, com certa complexidade mas bem refrescante. Um espumante diferente e bem feito e com um preço correto. Vale provar.

Source - 

Les Amis, projeto francês trazido ao Brasil pela Expand e apresentado no Winebar