Category Archives: Brasil

14jun/15
Thumbnail

Divulgação :: ViniPortugal leva seu Road Show a cinco capitais brasileiras

Paisagem na região do Douro. Foto: .DOC/Divulgação

Degustação gratuita com a presença de produtores vindos de Portugal passará por Vitória (ES), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS).
Toda a diversidade dos vinhos portugueses estará à prova em cinco capitais brasileiras através do Road Show – Grande Degustação dos Vinhos de Portugal 2015, promovido pela ViniPortugal, que há 19 anos atua promovendo os vinhos do país em todo o mundo. É uma associação privada, interprofissional, sem fins lucrativos, que contribui para o crescimento sustentável do volume de rótulos portugueses nos mais importantes comércios do mundo.
A programação do evento é a seguinte:
- Dia 22 de junho Belo Horizonte recebe a degustação no Hotel Mercure Lourdes, das 16 às 22 h.
- Dias 24 e 25 de junho é a vez de Vitória, capital capixaba, dentro da Feira Expovinhos, que acontece das 18 às 23 h, no Centro de Convenções de Vitória.
- Dia 26 de junho – Curitiba receberá 13 produtores que levarão 83 rótulos das principais regiões produtoras portuguesas. O evento acontecerá no Hotel Radisson.
- Dia 29 de junho, em Florianópolis, desembarcam 18 produtores e 120 rótulos para degustação, no Hotel Majestic Palace.
- Dia 1º de julho, no Hotel Radisson, em Porto Alegre, acontece a última parada da caravana portuguesa, com a participação de 14 produtores e 86 vinhos.
A prova em todas as cidades (com exceção de Vitória) começa às 16h para profissionais. A partir das 20h, o evento é aberto para consumidores. Palestras técnicas harmonizadas com iguarias típicas de cada região serão realizadas em todas as cidades.
Em Porto Alegre o convidado é o jornalista e sommelier Irineu Guarnier Filho, que falará das 18h às 19h para profissionais do setor, com vagas limitadas (30). Na capital catarinense, o jornalista e críticos de vinhos João Lombardo conduzirá a palestra-degustação das 16h às 17h, mesmo horário de Curitiba, com a apresentação do jornalista e crítico de vinhos Guilherme Rodrigues. Márcio Oliveira ministrará a masterclass na capital mineira.
Primeiro no ranking dos países europeus que mais vendem vinhos aos consumidores brasileiros, Portugal se caracteriza por elaborar rótulos diferenciados e únicos. “Nossas castas autóctones, únicas e exclusivas, são um grande atrativo para quem aprecia bons vinhos”, afirma o diretor de marketing da ViniPortugal, Nuno Vale.
Foto: .DOC/Divulgação
Com mais de 250 castas autóctones identificadas, a promoção dos Vinhos de Portugal concentra a sua divulgação em 10 uvas que se constituem nas bandeiras dos rótulos portugueses pelo mundo: entre as tintas, Touriga Nacional, Aragonez/Tinta Roriz, Touriga Franca, Trincadeira/Tinta Amarela, Castelão e Baga; e as brancas Alvarinho, Arinto, Fernão Pires/Maria Gomes e Encruzado.
As inscrições para as palestras são gratuitas, porém é obrigatório preencher os formulários abaixo (clique em sua categoria):
Porto Alegre
Florianópolis
Curitiba
Dúvidas podem ser respondidas pelo e-mail viniportugal@exponor.com.br. A confirmação da inscrição será enviada por e-mail.
Fonte: .DOC Assessoria de Comunicação

Read the article: 

Divulgação :: ViniPortugal leva seu Road Show a cinco capitais brasileiras

14jun/15
Thumbnail

Fácil de beber e muito agradável: Tomero Malbec Rosé 2013

A Bodega Vistalba elabora a linha Tomero, que considero uma boa relação custo x benefício, sejam os tintos com a malbec e cabernet sauvignon ou os brancos com a torrontés e sauvignon blanc. Mas, esse rosé de malbec ainda não tinha experimentado com atenção suficiente para escrever um post aqui para o blog. O resultado, como era de esperar, é muito bom, confirmando a impressão que tive para os demais.
As uvas são do Vale de Ucco, região mais ao sul de Mendoza. O vinho não tem passagem por madeira, como acontece com rosés para serem bebidos jovens, e apresentou um perfil tanto para servir como aperitivo, apenas para bebericar, como para acompanhar alguns pratos, como frutos do mar.
Na taça coloração vermelha, com reflexos alaranjados. No nariz aromas de frutos vermelhos, cerejas, algo lembrando groselha. Na boca é refrescante, boa acidez, notas adocicadas deixam o vinho agradável como aperitivo. Muita fruta vermelha no paladar, sem ser enjoativo. Final de boa persistência, repetindo tudo. Álcool sem incomodar (12%).
É daqueles vinhos que agradarão aos que estão iniciando no mundo dos vinhos finos (secos) e mesmo os mais experientes terão uma experiência agradável.
Detalhes da compra:
É importado pela Domno, que o vende em sua loja virtual por R$ 65,90, mas aqui em Uberlândia encontramos por R$ 62.
Saúde a todos!

Read original article: 

Fácil de beber e muito agradável: Tomero Malbec Rosé 2013

12jun/15
Thumbnail

Willian Cole Albamar Sauvingon Blanc 2012


Tipo: Branco.
Produtor: Willian Cole.
Origem: Vale de Casablanca, Chile.
Visual: Cor amarelo dourado.
Olfato: Notas de maracujá, mel e um interessante toque tostado, embora o vinho não tenha passado por madeira.
Paladar: Médio corpo e boa acidez. O sabor traz as mesmas impressões do nariz. Final de médio a intenso.
Outras considerações: Achei que este vinho já não estaria bom para tomar, pois pela cor dourada já mostrava-se mais maduro. Tive uma grata surpresa, pois ele evoluiu e desenvolveu notas diferentes do que estamos acostumados a encontrar num Sauvignon Blanc. Pensei até que ele tinha estagiado em carvalho, mas a ficha técnica informa que ele não passou por madeira. Valeu a experiência. Tem 12,5% de álcool. Tomar agora.

Classificação: Muito Bom
Preço: R$ 31,90 (Domus Vini)

Visit site:

Willian Cole Albamar Sauvingon Blanc 2012

11jun/15
Thumbnail

Champagne Taittinger Brut Réserve


Tipo: Espumante.
Produtor: Taittinger.
Origem: Reims, Champagne, França.
Visual: De cor amarelo palha, exibe impressionante perlage – uma verdadeira “explosão” de finas e numerosas borbulhas, com excelente durabilidade.
Olfato: Delicado, com notas de amêndoas, frutas brancas, damasco e pão.
Paladar: Elegante, cremoso e de ótima acidez. O sabor repete as sensações do nariz e traz ainda leves toques cítricos. Final persistente.
Outras considerações: Elaborado com uvas Chardonnay (37%), Pinot Noir (48%) e Pinot Meunier (15%), a bebida ficou sobre suas borras (sur lie) por um período de no mínimo 36 meses. A graduação alcoólica é de 12%.

Classificação: Excelente.
Preço: R$ 205 (no Recife, no Empório 4 Elementos).

Read this article: 

Champagne Taittinger Brut Réserve

11jun/15
Thumbnail

Isso sim é o que podemos chamar de "unificação italiana": Gran Sasso TRE Autoctoni

No rótulo a indicação das três regiões de origem utilizadas na elaboração do corte.

No dia de nosso 12º aniversário de casamento resolvemos abrir um vinho especial. Eram muitos, felizmente, na adega e resolvemos experimentar esse tinto italiano que estava guardado há algum tempo, talvez dois anos ou algo bem próximo a isso.
É um vinho com algumas curiosidades em torno de sua elaboração, principalmente porque o corte de três variedadesutiliza uvas de regiões diferentes da Itália,simbolizando as uvas autóctones (nativas), tão importantes na vitivinicultura europeia. Por isso a brincadeira com a “unificação italiana”, que foi finalizada em 1870 com a anexação de Roma.
A vinificação é feita em separado e depois o corte é realizado. De Abruzzo vem a montepulciano, da Puglia utilizaram a primitivoe da Sicilia a nerello marcalese, todas nativas e com características próprias que mesmo em assemblage não desapareceram. Talvez porque o vinho não teve passagem por madeira e foi vinificado e amadurecido em tanques de aço inox essas características ficaram mais nítidas, mais francas.

A elaboração fica por conta da Farnesi Vini, que não revela o percentual de cada uva no vinho, nem a safra em que foram colhidas, deixando tudo ainda mais interessante.

O resultado é um vinho estruturado, interessante em aromas e sabores. De coloração púrpura, denso, tem aromas em boa intensidade: frutos negros, ameixa, flores, tostado e chocolate.

Tem bom corpo, maduro, frutos marcando grande presença, notas adocicadas, chocolate amargo, boa acidez e um tostado elegante, mesmo sem barricas de carvalho. Taninos bem presentes, ainda com leve rascância, caminhando para amaciarem nos próximos 2-3 anos. Final de ótima persistência, marcado por frutos negros, tostado e chocolate amargo formando um conjunto interessante e diferente.



Harmonização:As notas adocicadas deixam o vinho fácil de beber, com a acidez ajudando a formar um conjunto que não é enjoativo, permitindo o vinho acompanhar uma imensa gama de pratos. Mas, no dia em que abrimos o vinho imaginamos algo tipicamente italiano, então nada mais apropriado (e fácil de fazer) do que uma massa com molho vermelho e polpettas, imaginando que a acidez do vinho, algo bem natural nos italianos, daria conta do recado. E deu! Outras opções com carnes vermelhas também serão uma boa pedida.
Detalhes da compra:
Recebi esse vinho da Assessoria de Comunicação da importadora La Pastina e à época o vinho era vendido na faixa dos R$ 168,00.

Saúde a todos!

More:

Isso sim é o que podemos chamar de "unificação italiana": Gran Sasso TRE Autoctoni

10jun/15
Thumbnail

3ª FEST Vinhos do Terraço Shopping

3ª FEST Vinhos do Terraço Shopping LOCAL – Praça das Palmeiras do Terraço Shopping DATA – 19 e 20 de junho HORÁRIO – 18h E com uma super parceria do Shopping fica dificil não participar, pois a cada R$ 150,00 em compras você ganha  um par de ingressos. Confiram as lojas e vinícola que estarão expondo: ADEGA BACO – […]

3ª FEST Vinhos do Terraço ShoppingBlog Vinho Tinto.

Link:  

3ª FEST Vinhos do Terraço Shopping

10jun/15
Thumbnail

Miolo Millésime Brut 2011


Tipo: Espumante.
Produtor: Miolo.
Origem: Vale dos Vinhedos (RS), Brasil.
Visual: Cor amarelo palha com borbulhas finas, bem centralizadas e em boa quantidade e durabilidade.
Olfato: Muito fino, envolve notas tostadas, de leveduras, frutas brancas, abacaxi, mel e leve floral.
Paladar: Elegante de acidez equilibrada, como boa sensação de agulha e uma agradável cremosidade. O sabor traz de volta as impressões do nariz. Final prolongado.
Outras considerações: Elaborado com as variedades Chardonnay e Pinot Noir, este é um espumante com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos. Só é elaborado em safras consideradas excepcionais. Produzido através do método tradicional (segunda fermentação em garrafa), envelheceu pelo menos 18 meses em contato com as suas leveduras. Sua graduação alcoólica é de 12,5%.

Classificação: Excelente.
Preço: R$ 84,80 (no Recife, no Empório 4 Elementos).

Taken from: 

Miolo Millésime Brut 2011

09jun/15
Thumbnail

Wine n’ Music com Terapias de Vinho: Não perca!

Wine’n Music 2015 – Eliá Spa no Lounge da Revista Quem LOCAL – Hípica Hall, Setor Hípico Sul, Área Especial, Lote 8 DATA – 11 de junho, quinta-feira HORÁRIO – 20h CONTATO – Informações pelo telefone: (61) 3797.0003 ou pelo e-mail www.winenmusic.com.br / contato@gourmetbutler.com.br Dia 11 de junho acontece mais uma edição do Wine’n Music, um evento para apreciadores de vinho. O […]

Wine n’ Music com Terapias de Vinho: Não perca!Blog Vinho Tinto.

Source - 

Wine n’ Music com Terapias de Vinho: Não perca!