All posts by Locaweb

11ago/14
Thumbnail

Nos vamos a Bodegas PradoRey y de tapas y vinos a Segovia el sábado 23 de Agosto.

Precio 59 euros. (Cena, tapas y vinos, 18 euros adicionales)(opcional) Horario Salida 15,30 h (Plaza del Conde de Casal, delante del Hotel Claridge). Para pagar por transferencia, para descuentos para grupos o para miembros del Club Winebus poner un email a igsegma@gmail.com El sábado 23 de Agosto visitaremos Bodegas Prado Rey y Segovia. Esta bodega pertenece al grupo […]

Continue reading here:  

Nos vamos a Bodegas PradoRey y de tapas y vinos a Segovia el sábado 23 de Agosto.

08ago/14
Thumbnail

10 Years of Texsom ~ 2005-2014

It was the winter of 2004-5. We were sitting at a table, myself with Guy Stout, Drew Hendricks and James Tidwell. I hadn’t yet started this blog. Guy, Drew and James were months away from becoming master sommeliers. And they were kicking around this idea about starting a conference to encourage wine professionals from around Texas to become more involved in wine, in attaining certifications and in being better at their trade. That’s how I remember it all starting. Ten years later, Texsom is huge. Drew and James are still running the thing, but there has been a quantum leap in the quality, the engagement and the momentum of Texas wine professionalism and, indeed, wine professionalism from all over the country. Now there are scores of master sommeliers, masters of wine and other highly engaged folks from the wine trade who invade Texas at the peak of summer, to teach, to learn and to enjoy what it is about wine that attracted us to it in the first place.


Texsom 2014 is underway. Everyone who can is coming. It’s hotter than hell in Dallas. And it’s gonna get even hotter.

A few pictures from the last ten years. Bravo Drew, James and Guy and to everyone else who helped start this great event off in 2005, and has kept it going. As we say in Italy, cent’anni!

2005 – Paul Roberts MS

2006 – DC Flynt MW

2007 – Guy Stout MS

2008 – Austin – Guy, James and Drew

2009 – Southfork

2010 – James, Drew ( and Guy)

2011 – Raj Parr and Serge Hochar

2013 – Devon Broglie MS and Craig Collins MS

Other Texsom posts:
Houstonians Compete for “Best Texas Sommelier” Title – Jeremy Parzens
TEXSOM celebrates 10 years of helping Texas wine industry grow – By Aurianna Auber

These Austin wine pros are competing to be Texas’ best sommelier – By Matt McGinnis

wine blog + Italian wine blog + Italy W

Originally posted here: 

10 Years of Texsom ~ 2005-2014

08ago/14
Thumbnail

Um ótimo vinho de guarda argentino: Afincado Malbec 2006

Um malbec que se comportou muito bem durante esses anos em garrafa.

Guardei esse vinho por uns três anos. Devidamente climatizado, esperava uma ocasião especial para ser aberto. Então, em junho tive uma boa oportunidade para abri-lo quando o amigo Cristiano Orlandi (Vivendo Vinhos) e a Valdirene, sua esposa, vieram por essas bandas.
Esse argentino é um vinho de guarda e pertence a uma linha com vinhos muitíssimo seguros, elaborados pela Terrazas de Los Andes. As uvas são de uma safra excelente em Mendoza e teve passagem por barricas de carvalho, mas não encontrei informações a respeito.
Na taça coloração rubi, lacrimoso. Aromas em boa intensidade, frutos negros, chocolate, ervas aromáticas. Na boca tem bom corpo, bem harmônico, com taninos finos e acidez mediana. Bom volume, equilíbrio e elegância, com final bem longo e prazeroso. Palato marcado pela boa fruta e por tostado da madeira.
Acompanhou bem as carnes do churrasco. Envelheceu muito bem e mesmo com 8 anos ainda tinha muito a oferecer. Pena que só tínhamos uma garrafa para aproveitar, porque deu vontade de abrir outra.
Enfim, mais uma prova da importância de se ter boas amizades, porque através delas sempre temos motivos para abrirmos a adega!
Detalhes da compra:
Sinceramente, não me lembro quanto paguei por essa garrafa há três anos, mas certamente foi algo superior a R$200.
Saúde a todos!

Follow this link - 

Um ótimo vinho de guarda argentino: Afincado Malbec 2006

03ago/14
Thumbnail

The Wine Hub, le site B2B qui connecte les distributeurs aux vignobles du Languedoc-Roussillon

Focus sur The Wine Hub, une initiative intéressante qui met en relation les producteurs de vins de la région du Languedoc-Roussillon et les distributeurs de France et du Monde. Lancée lors du dernier Vinisud par « Sud de France développement » (l’entité qui accompagne les entreprises régionales à l’export), la plateforme a été créée pour faciliter la [&hellip

Follow this link: 

The Wine Hub, le site B2B qui connecte les distributeurs aux vignobles du Languedoc-Roussillon

31jul/14

Belo espumante brasileiro: Marco Luigi Espumante Grande Reserva Brut

Foram elaboradas apenas 3.000 garrafas desse espumante.

Quando estivemos no Vale dos Vinhedos pela primeira vez (2008) uma das primeiras vinícolas visitadas foi a Marco Luigi, charmosa bodega que teve suas atividades oficializadas em 1946, embora a família já se dedicasse ao vinho desde sua chegada, em 1875.
Desde então não havíamos repetido a visita, não porque não seja muito interessante, mas por outras razões. O charme do lugar é sempre encantador, mesmo para quem já conhece dezenas de outras vinícolas. Mas, no último mês de abril resolvemos voltar por lá e degustar novos produtos e comprar alguns vinhos.
Um deles foi esse espumante brut, elaborado a partir de três variedades: Chardonnay, Pinot Noir e Merlot, sendo essa última um diferencial do produto porque sai da fórmula tradicional dos espumantes à moda dos champagne. O método de elaboração é o tradicional (champenoise), com a segunda fermentação ocorrendo na própria garrafa. O contato do vinho com as leveduras ocorreu durante 18 meses.
Na taça tem coloração dourado claro. Perlage fina e intensa. Aromas de ótima complexidade, mesclando os frutos brancos, flores e as notas da fermentação, sem exageros. Na boca é cremoso, com ótima acidez e complexidade se repetindo, sem ser um espumante pesado. A acidez lhe dá frescor e capacidade de acompanhar comida. Final longo, frutado e com boa lembrança tostada vinda da fermentação.
Espumante que permanece agradável ao paladar mais próximo dos vinhos mais leves, mas que também agradará aos apreciadores de espumantes mais complexos. É maduro, sem ser pesado. É fresco, sem ser simples demais. Entende?
Compraria outra garrafa, sem piscar.
Detalhes da compra:
Comprei esse espumante no varejo da vinícola pelo mesmo preço que é vendido na loja virtual deles: R$ 44. Uma boa compra!
Saúde a todos!

Link:

Belo espumante brasileiro: Marco Luigi Espumante Grande Reserva Brut

29jul/14
Thumbnail

Grandes Quintas Colheita Tinto 2008

Ano:2008

Produtor:Casa da Arrochella

Tipo:Tinto

Região:Douro

Castas:Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinto Cão

Preço Aprox.:6,5€

Veredicto:Feito a partir de Tinto Cão, Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz. Estagiou 10 meses em barricas de carvalho Francês. Duriense de gema, do produtor Casa de Aroochella, situado no Douro Superior, com uvas provenientes de quintasentre Vila Flor, Moncorvo e Vila Nova de Foz Côa. Enologia de Luís Soares Duarte.

Como sabem, sou fã desta sub-região do Douro e fique bem agradado com este vinho: Cor ruby. Aroma intenso , com fruta vermelha madura, especiaria, algum fumo. Enfim com complexidade e profundidade. Boca com taninos redondos, equilíbrio entre madeira e fruta, bela acidez. Termina longo e persistente, cheio de frescura.

Mais um vinho entre os 5€ – 10€ (até mais próximo dos 5€) e que dá muito prazer a beber. A envelhecer muito bem, devendo-se beber agora os 2008, na minha opinião, pois encontra-se no ponto.


Classificação: 16

Sérgio Lopes

Link to original:

Grandes Quintas Colheita Tinto 2008